Skip to content

Vista-se: Itália: manifestação com corpos de animais

4 de novembro de 2011
Itália: manifestação com corpos de animais

Posted: 03 Nov 2011 05:33 PM PDT

Durante um vídeo investigativo realizado pela ONG italiana “Nemesi Animale“, em outubro de 2011, foram resgatados alguns corpos de animais que foram assassinados pela indústria de produtos de origem animal. O intuito era fazer uma grande manifestação silenciosa em praça pública. A imagem chocante – e ao mesmo tempo emocionante – fez com que centenas de pessoas parassem para prestar atenção ao que estava acontecendo.

Para ver um álbum de fotos da manifestação no Flickr, clique aqui.

Agradecimento especial a Ivan V. Tavazzi, membro da Nemesi Animale que se tornou leitor do ViSta-se e enviou esta notícia para inspirar a todos nós brasileiros.

Vídeo investigativo + Manifestação em praça pública

Em dezembro de 2010 ocorreu um protesto semelhante em São Paulo, coordenado pela ONG Veddas, veja aqui.

pi
pi

fxljxRdJQDE?utm_source=feedburner&utm_medium=email

Bolo de cenoura com cobertura de chocolate

Posted: 03 Nov 2011 12:47 PM PDT

Ingredientes

3 cenouras grandes
2 xícaras de açúcar
1/2 xícara de óleo
1 pitada de sal
1 col. sopa de fermento
1 xíc. de água
3 xíc. farinha de trigo

Modo de preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador, menos a farinha.
Colocar em uma vasilha, e misturar a farinha de trigo. Pode precisar de mais água, dependendo da qualidade da cenoura.
Assar em forno médio (180°) atré dourar o bolo. quente.

Cobertura:

6 colheres de açúcar
3 col. chocolate em pó
1 col. creme vegetal
2 col. de água

Misturar tudo em uma panela no fogo médio, mexendo até começar a engrossar. Fazer furos no bolo com um garfo, e colocar a cobertura no bolo ainda quente.

Fonte: Receitas Vegans

pi
pi

UgyhWY7oGO0?utm_source=feedburner&utm_medium=email

EUA: Cão sobrevive à eutanásia e está à procura de um lar

Posted: 03 Nov 2011 12:36 PM PDT

Apelidado agora de Milagre, o vira-lata escapou de câmara de gás nos EUA

Daniel é um cão especial. Seu apelido, Milagre, já diz tudo. O vira-lata, claramente descendente dos simpáticos beagles, virou notícia na cidadezinha de Florence, no Estado do Alabama (EUA), recentemente, por ter sobrevivido à câmara de gás.

É isso mesmo. Ele driblou a morte, destino dos cães abandonados da cidade norte-americana que são enviados ao Departamento de Controle Animal. Segundo Cod Berry, que há cinco meses tem um dos empregos mais absurdos do mundo (apertar o botão que libera o gás monóxido de carbono na salinha onde os animais sem donos são deixados para execução), Daniel Milagre escapou ileso do sacrifício. Foi encontrado, após a seção de eutanásia coletiva, abanando o rabinho.

Daniel havia sido deixado em uma gaiola própria para depósito de animais abandonados do abrigo de Florence. No local, são sacrificados cerca de 30 animais por mês.

Ninguém sabe ao certo por que ele foi o único a permanecer vivo, da leva de cinco cãezinhos que foram encaminhados à câmara de gás, na semana passada. Phil Stevenson, porta-voz do governo local de Florence, afirmou em entrevista ao site inglês Daily Mail que apenas três cachorros sobreviveram ao mesmo método de sacrifício na cidade, nos últimos 12 anos.

Daniel, aliás, recebeu o nome em homenagem ao personagem bíblico homônimo, que ficou trancafiado com leões em uma cova e sobreviveu. Resgatado por um grupo de protetores de animais de Nova Jersey, também nos EUA, o cachorrinho agora está disponível para adoção.

Desde que saiu do avião que o levou até sua nova morada, o animal não para de abanar o rabinho. Atualmente, Daniel vive com a voluntária Jill Pavlik, com quem ficará até que alguém resolva adotá-lo e levá-lo para casa.

A cabelereira Jill, aliás, é só elogios ao hóspede.

– Ele é absolutamente encantador. Vive circulando pela casa, como se sempre tivesse morado aqui. É muito doce, feliz, esperto e desinibido.

Segundo Linda Schiller, fundadora e presidente do abrigo que resgatou Daniel do Alabama, já foram enviadas cerca de cem inscrições de pessoas de todo o país interessadas em adotar o cão.

Milagre?

O gás carbônico é liberado na câmara somente após seu fechamento, afirma Stevenson. Em geral, os animais desmaiam e, então, morrem.

Segundo ele, hipóteses para explicar o raríssimo acontecimento envolvem o número de animais colocados no local, a concentração de monóxido de carbono liberada na ocasião, a capacidade de vedação da sala, o possível vazamento de gás e o estado de saúde de Daniel.

Animais mais jovens costumam ter mais chance de sobrevivência à exposição do gás. O mesmo acontece com os mais altos, já que o monóxido de carbono é mais pesado que o ar.

Fonte: R7

pi
pi

OBPUqtbvUpo?utm_source=feedburner&utm_medium=email

Mary Kay não é livre de crueldade nem aqui, nem na China

Posted: 03 Nov 2011 07:14 AM PDT

Por Fernanda Tripode, do Elas Vegans | No dia 30 de outubro p.p., tivemos o “1º festival vegetariano do ABC” e a empresa “Mary Kay”, esteve no evento, vendendo seus produtos, informando à todos ser uma empresa que não utiliza animais para testar seus produtos.

Em seu website do “Mary Kay Brasil” diz que não testa em animais – conforme a informação da própria vendedora no festival.
Verifiquei em muitos sites e blogs de dicas cruelty-free que a empresa “Mary Kay”, aparecia como “dica vegan”, pela razão de que em 1999 a empresa assinou um documento da PETA, se comprometendo como uma empresa permanente em não utilizar testes em animais.

Porém, ao buscar maiores informações sobre a referida empresa (Mary Kay), verificamos que trata-se de uma empresa sediada em Dallas, Texas – EUA e ao perguntar sobre os testes em animais diretamente na “Mary Kay americana”, recebemos a seguinte resposta:

“Mary Kay Inc. is committed to the elimination of animal testing, and is an advocate of utilizing alternative methods of substantiating product safety. We do not conduct animal testing on our products or ingredients, nor ask others to do so on our behalf, except when required by law. For more than two decades, we have been a leader in helping to develop alternative methods of testing product safety. This commitment continues today, in partnership with global regulatory agencies that manage cosmetic safety, in an effort to gain global acceptance of these new approaches.

For specific ingredient questions please contact us at the number listed below and ask for Medical Relations.”

Quando responderam…

“….que estão comprometidos com a eliminação de testes em animais ….que não realizam testes , por mais de duas décadas, tem sido um líder para ajudar a desenvolver métodos alternativos de testes de segurança do produto…exceto quando exigido por lei…”

… Tinha que desconfiar !

Ao ver a “listinha negra” da PETA, lá estava a Mary Kay. Veja:
Empresas que fazem testes em animais

Então, enviei mensagem à PETA, para sanar a dúvida com relação a marcar “Mary Kay”. Afinal:

1- Por que no website brasileiro a “Mary Kay” é categórica ao afirmar que não testa em animais ?
2- Por que muitos sites / blogs de dicas cruelty-free fornecem como dica a empresa “Mary Kay” ?
3- Por que após o documento assinado com a PETA para não utilizar testes em animais desde 1999, AINDA CONSTAR NA LISTA NEGRA DA PETA ?

Enfim…

Por que com todos os indícios em ser uma empresa cruelty-free ainda constar na lista da PETA, como empresa que “faz testes em animais” ?

Resposta:

Dear Ms. Tripode,

Thank you for contacting us about Mary Kay. Mary Kay was included on PETA’s cruelty-free list for more than two decades, so we were stunned to learn that it ispaying for tests on animals in China. This means that Mary Kayno longer qualifies to be listed at cruelty-free, and we have movedit from our list of companies that have permanently banned all tests on animals to our list of companies that do test on animals.

Because tests on animals are required by the Chinese government before many cosmetics products can be marketed in China, some companies choose not to sell their products there.

Ou seja…

Mary Kay, testa em animais, para comercializar seus produtos na China, vez que é obrigatório a utilização de testes em animais na China para o comércio de cosméticos. Por isso voltou para a listinha má da PETA.

Testando em animais na China para comercializar seus produtos e informando que não testa seus produtos em outros países, não a faz livre de crueldade aqui e nem em qualquer outro país.

Mary Kay não é livre de crueldade nem aqui e nem na China.

Conforme verifica-se na própria resposta da PETA, muitas empresas se negam a vender produtos na China, pela razão de ser obrigatório o uso de testes em animais.

No final da mensagem, PETA nos informa que está trabalhando no sentido de treinar cientistas chineses para utilizar métodos alternativos que são utilizados nos EUA. Também, estão pedindo ajuda à “Mary Kay”, para acelerar esse processo. Veja:

Through a generous grant given to PETA, we are now supporting the efforts of the Institute for In Vitro Sciences (http://www.iivs.org/), which is providing training for scientists in China in the use of non-animal test methods and working with officials to accept the non-animal methods that are used in the U.S., the European Union, and much of the world. We are urging Mary Kay to contribute significantly to this effort to hasten the process.

Envie mensagens à empresa Mary Kay , deixe sua opinião sobre os testes na CHINA. Demonstre repúdio, inclusive , para Mary Kay do Brasil. Informe à todos os amigos/familiares sobre a “Mary Kay”.

Olhos bem abertos para toda empresa. Uma empresa que testa em animais, pode estar inclusive em evento vegetariano e, você nem imaginar, que ela possa testar seus produtos em animais, como aconteceu nesse caso.

Lembrem-se: uma empresa pode lhe afirmar categoricamente que não testa em animais, porém, a informação tem que ser extraída, inclusive, do laboratório químico que presta os serviços para essa empresa na elaboração da composição, pois, no laboratório pode ser utilizado animais para testes.

Elas vegans e os animais, agradecem Fabiana Guerrero que manteve contato direto no Festival Vegetariano e trouxe a marca em questão para pesquisarmos e buscarmos uma informação precisa. Caso não tivesse levantado a questão sobre a marca, “Mary Kay” continuaria vendendo seus produtos como se fosse “livre de crueldade”, enquanto os animais na China são torturados e mortos para comercializar seus produtos.

Fonte: Elas Vegans

pi
pi

ErZhaW8pp-E?utm_source=feedburner&utm_medium=email

Não Mate: Ocupação Geral pelos Animais

Posted: 03 Nov 2011 04:54 AM PDT

O QUE
Ativistas independentes ocupam as ruas por meio de intervenções na forma de colagem de cartazes.

COMO
Os cartazes são fornecidos pelo Movimento NÃO MATE. Os grupos de ativistas podem ser previamente organizados ou formados no local de reunião.

ONDE
As reuniões ocorrem semanalmente no vão do MASP (fundos), onde é feito um mapeamento das regiões a serem ocupadas, organização e atribuição de grupos por região. Ao fim da reunião inicia-se a ocupação.

QUANDO
Todos os sábados de novembro, às 12h.
Dias: 05, 12, 19 e 26.

POR QUE
Quanto maior o número de cartazes nas ruas, mais pessoas entram em contato com a mensagem pelos animais. Pessoas que já tiveram contato anterior recebem um “reforço positivo” e percebem que o movimento de Libertação Animal está crescendo. Essa percepção ajuda a promover uma revisão de valores acerca da exploração animal, rumo ao vegetarianismo (veganismo).

Material para colagem dos cartazes:
Rolo de pintura + Cola branca ou caseira (mistura de farinha e água) + Mochila ou sacola para guardar o material. Opcional: levar cartazes, adesivos ou stencils com outras mensagens pela libertação humana e animal.

Mais informações

pi
pi

ZBmclLiexNw?utm_source=feedburner&utm_medium=email

You are subscribed to email updates from ViSta-se
No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: