Skip to content

Número de cães abandonados nas ruas aumenta

15 de setembro de 2009
ALEXANDRE CARIUS

No Retiro, ontem pela manhã, dez animais circulavam pelo local, principalmente em frente ao sacolão.

A presença de vários cachorros de rua na área do desfile do Dia da Pátria, na Rua do Imperador, não foi um fato isolado. Também nos dias comuns, bandos de cães ocupam ruas e praças, evidenciando o fracasso de políticas oficiais para proteger os animais e a população. Ataques de cães em diferentes pontos da cidade estão se tornando cada vez mais freqüentes. Quem passa diariamente pelas praças Dom Pedro e Expedicionários, por exemplo, provavelmente já assistiu ou viveu o medo de ser atacado por um desses animais. No Retiro, a situação não está diferente e, ontem pela manhã, dez animais circulavam pelo local, principalmente em frente ao sacolão.
Aparentemente dóceis, estes mesmos animais se transformaram no terror de motociclistas que trafegam por essas regiões. Recentemente, na Rua 16 de Março, um motociclista que passava com a esposa chegou a ser ferido na perna por um dos animais. “Ele chegou a me morder, mas, por sorte, a dentada me feriu apenas superficialmente”, contou a vítima, que se identificou apenas como Denis, que trabalha como motorista de ônibus.
Desde o ataque, ocorrido há pouco mais de uma semana, Denis só passa pelo local a pé. Mas, ao contrário de Denis, que está entre aqueles que tentam se esquivar, outros acabam agredindo os animais com chutes. Nos arredores da Praça Dom Pedro a situação é a mesma e, segundo taxistas, não é raro um destes cães avançar nas pessoas que ousam passar próximo a eles. Vale lembrar que alguns, aparentemente, estão com doenças como sarna, colocando em risco a saúde dos pedestres.
Na Praça Paulo Carneiro, passagem quase que obrigatória para as comerciárias da Rua Teresa, a situação é a mesma. Uma delas, Ana Paula de Oliveira, de 35 anos, conta que há cerca de uma semana ela estava caminhando para o trabalho quando os animais a atacaram. “Havia quatro cães e eles não me morderam graças à intervenção de um taxista”, lembrou. “Ele estava com um balde de d’água na mão e jogou. Caso contrário, nem sei o que teria acontecido comigo”.
Conforme a comerciária, quando chegou no trabalho, a primeira providência foi entrar em contato com a Vigilância Sanitária pedindo providências, mas a situação continua a mesma. “Agora, quando começo a subir a Rua Marechal Deodoro, fico em alerta. Se os animais estiverem numa calçada eu vou para a outra”, revela.
Mas, em muitos casos, populares arcam com despesas de alimentação, inclusive gastos com veterinários e vacinas, entretanto, segundo o artigo 22º da lei estadual 4808/06, “o controle da população de cães e gatos deverá ser feito pelo Poder Público”. Ao mesmo tempo está em vigor a Lei Federal 9.605/98, que trata do abandono, prevenção e punição para quem comete este tipo de crime.
Segundo a Assessoria de Comunicação do município, há um convênio, firmado entre a Secretaria Municipal de Saúde e as ong’s Companhia dos Animais, SPPA, AnimaVida e Gapa, que recebem verba para castrar animais de rua e promover a conscientização da população para castrar animais domésticos e não abandoná-los nas ruas. Cada ong recebe R$ 2 mil por mês para castrar aproximadamente 20 cadelas. O contrato tem validade até março de 2010.
O objetivo dessa iniciativa é reduzir o número de animais de rua, fazendo a castração destes para que não procriem e ao longo dos anos o número de animais de rua seja reduzido, mas para isso é importante que a população também deixe de abandoná-los. É importante ressaltar que somente os animais de ruas são castrados a partir do convênio, a castração dos demais animais é de responsabilidade do próprio dono.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: